De maneira discreta, a Google alterou nesta semana a sua política de remoção de conteúdo e passa a retirar registros médicos privados dos resultados de pesquisas feitas em seu buscador. A intenção é garantir a privacidade das pessoas ao não incluir nos resultados páginas que contenham informações pessoais sobre doenças ou condição de saúde.

Na página em que lista a sua política de remoções, a Google agora indica a informação “Registros médicos confidenciais de pessoas privadas”. A entrada só é vista na versão em inglês da página, mas obviamente essa é uma política global da companhia e deve valer também para o Brasil.

Assim, essa nova categoria de página se junta a outras, como aquelas que exibem nudez publicada sem consentimento, números de documentos pessoais ou ainda dados bancários e números de cartão de crédito. A novidade se junta às recentes atualizações do Google a fim de diminuir a incidência de notícias falsas nos resultados de buscas.

 

Fonte: Tecmundo