Cada estilo conta uma história. Conheça a moda sob um novo olhar com o Google.

Google corrige brecha do Android que usava telas falsas para enganar usuários
Falha de segurança afetava todas as versões do sistema, com exceção do Android 8 Oreo

Google liberou, na última semana, uma atualização de segurança urgente para corrigir uma vulnerabilidade grave que atingia todas as versões do Android, com exceção da última (Android 8 Oreo). A falha foi identificada pela Unit 42 – equipe de especialistas em segurança da Palo Alto Networks – e, segundo a empresa, permitia que criminosos enganassem os usuários com telas falsas.

O mecanismo utilizado tinha a capacidade de esconder ações perigosas que estivessem ocorrendo no sistema. Desse modo, cibercriminosos poderiam sequestrar remotamente os dispositivos infectados. A recomendação para fugir dos ataques é que os usuários atualizem o celular o quanto antes.

De acordo com os especialistas, até mesmo ataques ramsonware seriam possíveis em celulares expostos à vulnerabilidade. Ao conceder privilégios especiais a malwares, o usuário poderia abrir as portas para que criminosos sequestrassem remotamente o acesso ao smartphone, exigindo resgates em dinheiro para liberar o dispositivo novamente.

Para evitar que essa ou outras ameaças atinjam o seu celular, a Palo Alto Networks recomenda não instalar aplicativos de fontes desconhecidas, fora da Google Play Store, além de manter o smartphone atualizado. Segundo a empresa, usuários da última versão do Android 8.0 (Oreo) já estão protegidos. Outra dica é usar o Google Play Protect, antivírus grátis que promete remover malware do smartphone ao avaliar todos os apps do dispositivo.
Quais modelos recentes de celular têm Android puro? Veja no Fórum do TechTudo.