Acabou a festa: Google decide que unidades defeituosas do Nexus 6P não serão mais substituídas

O último integrante da linha Nexus (antes da Google começar a investir na série Pixel) foi o modelo ' 6P', fabricado pela empresa chinesa Huawei.

O portátil deu bastante dor de cabeça para muitos usuários — seja por problemas de bootloop, no Bluetooth, na bateria, etc — e algumas unidades defeituosas, mesmo fora de garantia, estavam sendo substituídas pela Google (até mesmo pelo Pixel XL, pela falta de estoque do Nexus 6P).

Mas de acordo com um tópico publicado no fórum Reddit, um representante da Google afirmou que a gigante das buscas revisou suas políticas de serviço e decidiu interromper o serviço de substituição para unidades defeituosas do Nexus 6P.

Em vez de resolver o problema sozinha, agora a Google sugere que donos do portátil entrem em contato diretamente com a Huawei — aquela velha tática de jogar o cliente para outro serviço para se 'livrar' da responsabilidade.

É claro que, com mais de um ano no mercado, a maioria dos Nexus 6P já não encontram-se mais em garantia, portanto, a substituição das unidades defeituosas nada mais era do que um gesto de cortesia com os clientes.

Mas na Europa, onde a lei exige que as empresas cumpram um período de garantia de no mínimo dois anos, a Google pode ser obrigada a continuar substituindo as unidades defeituosas (em garantia) do portátil pelo Pixel XL.