Google torna-se acionista maioritária da HTC

A empresa de Mountain View, nos EUA, terá investido cerca de 1100 milhões de dólares neste negócio que reforça a sua aposta em áreas como a realidade aumentada e as comunicações móveis.

A Google acaba de se tornar acionista maioritária da HTC, fabricante de Taiwan com o qual já colaborava há algum tempo. O investimento deverá rondar 1,1 mil milhões de dólares, avança o El País.

Segundo o jornal espanhol, o gigante tecnológico partiu para este investimento porque pretende reforçar a sua aposta em áreas como as comunicações móveis, assistentes de voz e realidade virtual/aumentada — ramo já bastante desenvolvido pela HTC através do Vive.

A compra da HTC demonstra a vontade da Google em aproximar-se ainda mais das tendências do mercado e de reforçar a sua área de R&D (“Research & Development”, “pesquisa & desenvolvimento”, em português) sem ter de recorrer a terceiros. Esta jogada procurará também impulsionar o Android, sistema operativo da Google que foi apresentado pela primeira vez num telemóvel fabricado pela empresa de Taiwan.

No próximo dia 4 de outubro a Google irá apresentar os seus novos modelos de telemóveis e, entre eles, estará o Pixel 2, um topo de gama que também é fabricado pela HTC.