De tempos em tempos, desenvolvedores distribuem seus apps e jogos gratuitamente na tentativa de atrair novos usuários, já que muitas pessoas têm medo de experimentar apps pagos.

As soluções de armazenamento na nuvem estão se tornando cada vez mais populares. Afinal, elas permitem que a gente tenha acesso aos nossos arquivos mais importantes em qualquer lugar e hora. E como nem sempre tem espaço no nosso celular, é bom poder armazenar fotos e vídeos na nuvem para não precisar se preocupar com isso.

Nos últimos tempos, a quantidade de visualizações de vídeos do YouTube passou a ser um assunto quente, com a sucessão rápida dos recordistas como conteúdos mais assistidos da plataforma. Agora, o serviço também quer mostrar quais são os vídeos mais vistos em um determinado instante.

Quase um ano atrás, o Google anunciou o Google Home, uma caixinha de som que vinha com microfones e com o Google Assistente integrado. Hoje, durante a IFA 2017, a empresa anunciou novos assistentes virtuais desse tipo, mas produzidos em parceria com outras empresas do ramo.

Além de dormir, a inteligência artificial do Google também vai aprender a imaginar. É isso o que cientistas responsáveis pela DeepMind estão fazendo, e eles descreveram recentes avanços na área em dois artigos científicos diferentes.

Campus São Paulo anunciou na manhã desta terça-feira (29) que receberá o primeiro grupo de startups da América Latina para o Campus Exchange Latam Fintech, programa imersivo para aceleração de startups do mercado de serviços financeiros.

O Google contratou hoje o engenheiro Chris Lattner depois de ele passar alguns meses na Tesla desenvolvendo a tecnologia de pilotagem automática dos carros da empresa. Antes disso, porém, Lattner tinha ficado por mais de dez anos na Apple, onde ele criou a linguagem de programação Swift, que é usada até hoje nos dispositivos da companhia.

Mandar áudios pelo WhatsApp pode ser um pouco inconveniente, porque você precisa ficar segurando o botão de gravar. Isso até funciona se você for gravar a sua própria voz, mas para gravar algo que está longe, pode ser bem chato. Felizmente, há outra maneira de fazer isso.

Depois de dominar videogames e jogos de tabuleiro, a inteligência artificial do Google agora aprendeu um novo truque: dormir. Em um post feito no blog oficial do projeto DeepMind, o Google explicou o que está fazendo para tornar a sua inteligência artificial mais humana. E, para isso, ela precisa saber descansar.

 

O Google Assistente, robô que usa inteligência artificial, “aprendeu” português e está disponível para usuários do Android no Brasil a partir de hoje.